Por: Lê Carvalho
Nessa postagem quero explicar um pouco sobre o Budô.
A palavra Budô em japonês: 武道; literalmente significa "caminho marcial"
São as artes ou caminhos marciais de origem japonesa.
Alguns estilos mais conhecidos de Budô são:
Judô 
柔道 - literalmente significa: "caminho suave" foi um dos primeiros budôs modernos.
Jigoro Kano percebeu o valor educacional do budô e, no caso dele, compilou diversos estilos de Jujutsu e idealizou uma disciplina para o novo Japão.
Seguindo este exemplo, vieram diversas outras artes como:
O Kendô 
剣道 - literalmente significa "caminho da espada"
O Iaidô 
居合道 - literalmente significa "caminho de desembainhar a espada"
O Kyudo 
弓道 - literalmente significa "caminho do arco",
O Naguinata-do 
薙刀道 - literalmente significa "caminho da alabarda",
O Karatê-dô 
空手道 - literalmente significa "caminho das mãos vazias"
O Aikidô 
気道 - literalmente significa "caminho da harmonização do Ki" (Ki = energia)
As diferenças entre Budô e Bujutsu
O Budô é mais frequentemente traduzido como "o caminho da guerra", ou "caminho marcial", enquanto Bujutsu é traduzido como "ciência da guerra" ou "ofício marcial".
Entre o Budô e o Bujutsu existe uma diferença delicada.
Enquanto o Bujutsu só dá atenção para a parte física de luta, ou seja, "a melhor maneira de derrotar um inimigo."
O Budô também dá atenção para a mente e como devemos nos desenvolver.
O Budô moderno usa aspectos do estilo de vida dos Samurais do Japão feudal e os traduz para o autodesenvolvimento na vida moderna.
Uma dica desta diferença está na maneira como Morihei Ueshiba o Fundador do AIKIDO mostra e descreve sua arte neste livro:
BUDÔ Ensinamentos do fundador do Aikidô.
" O Aikido não é uma técnica para lutar contra um inimigo ou derrotá-lo.
É uma maneira de conciliar as diferenças que existem no mundo e fazer dos seres humanos uma família.
Significa que o segredo do Aikido é a busca da harmonia com o Universo, é tornar-nos unos com o Universo.
Seus praticantes devem buscar esse entendimento por meio de treinamento diário."
(Morihei Ueshiba)
Ou seja, para o BUDÔ não basta somente aprender a técnica, é preciso saber sobre a mente humana e como desenvolver-se  com o todo.
Não basta aprender a derrotar alguém é preciso aprender como não se autoderrotar.
É algo mais complexo do que simplesmente derrotar um adversário, é preciso saber como não derrotar a si mesmo.